Com melhora nos reservatórios, ONS suspende ofertas de recursos adicionais de geração

Crise de Energia - 01/12/2021

Prime Energy
Prime Energy

Com um cenário de melhora nos recursos hidroenergéticos e bons resultados nas ações emergenciais, o ONS (Operador Nacional do Sistema) anunciou a suspensão do recebimento de ofertas de recursos adicionais de geração e de Resposta Voluntária da Demanda. Não está descartada, no entanto, a retomada do processo caso haja indicações de risco ao abastecimento energético em 2022.  

Por meio das portarias nº 17 e nº 22 do MME (Ministério de Minas e Energia), foram instituídos os mecanismos de geração adicional e de Resposta Voluntária da Demanda como uma das medidas emergenciais para enfrentar a maior crise hídrica dos últimos 90 anos. O objetivo era ampliar a oferta de geração no curto prazo para atendimento ao SIN (Sistema Integrado Nacional). Contudo, a chegada do período de chuvas dentro do prazo estimado e a contribuição e participação de diversos agentes e cidadãos nas medidas de redução de uso tornaram o cenário menos preocupante e garantiram que o abastecimento em 2021 fosse garantido sem a necessidade de utilização de reserva operativa.

A participação dos agentes e da sociedade foi saudada pelo ONS, que a classificou como fundamental para que o País atravessasse o período agudo da crise com sucesso, além de contribuírem para o aprimoramento do setor elétrico nacional, com ênfase à participação da indústria no Programa de Redução Voluntária (RDV).

O ONS também destacou que o processo de RDV gerou aprendizados importantes para o uso e para a regulação de Resposta da Demanda no País. O Operador também reforçou que os canais de comunicação para acompanhamento das condições de atendimento ao SIN permanecerão abertos e que, em momento oportuno, informará sobre a reabertura das plataformas de ofertas caso seja necessário.

WhatsApp