BNDES investe em acesso à energia solar

BNDES - 24/07/2018

Prime Energy
Research

O BNDES divulgou novas regras que facilitam o investimento de  pessoas físicas e jurídicas em energia solar.

No cerne dessa ação está o Fundo Clima, que garante recursos para ajudar a financiar projetos que tenham o objetivo de enfrentar as mudanças climáticas. O Programa Fundo Clima foi criado em 2009, com a Lei 12.114, e permite financiar até 80% dos itens apoiáveis para pessoas físicas ou jurídicas com renda de até R$ 90 milhões.

O uso do Fundo vem tanto para ajudar as pessoas a economizar com os gastos de energia quanto para incentivar a sustentabilidade. Isso tudo é feito facilitando para que consumidores que desejam instalar sistemas de aquecimento solar e de cogeração – geradores a biogás, aerogeradores, placas fotovoltaicas e mais – passem pela barreira econômica do projeto.

As taxas dos juros do financiamento podem ser fracionadas em três partes: o custo financeiro, que é de 0,1% ao ano; a remuneração do BNDES, que varia entre 0,9% e 1,4% ao ano; e os custos do agente financeiro, que é de até 3% ao ano.

A principal vantagem de investir em energia solar é que, com ela, aproveita-se um recurso gratuito, a radiação solar, para diminuir a dependência que sua residência tem da energia hidrelétrica. Vale ressaltar que, caso seu consumo de energia seja inferior ao que você produz, é possível vender o excesso para uma distribuidora.