Bandeira vermelha permanece no mês de setembro

11/09/2019

Prime Energy
Research

O acréscimo nas tarifas das contas de energia permanecerá no mês de setembro. A medida foi anunciada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que destacou que, neste mês, com a próxima estação chegando, é comum o clima seco nas bacias do Sistema Interligado. O valor da bandeira vermelha acrescentado é de R$ 4,00 a cada 100 kWh gastos, por conta da continuidade da situação de estiagem, com fluxo menor do que as médias anteriores, segundo previsões hidrológicas.

No dia 30 de agosto, a Aneel publicou nota esclarecendo que a situação pede manutenção de grande parte da energia oferecida, que altera os valores (PLD) pela necessidade de acionar o parque termoelétrico. Outro fator que afeta os preços diz respeito ao risco hidrológico (GSF).

Os meses anteriores também foram submetidos a esses fatores que influenciam na definição da cor da bandeira. O acréscimo no preço foi menor em julho, que, com a bandeira amarela, marcou de R$1,50 a cada 100kWh. Com os fatores que indicam a variação da taxa, como o Preço de Liquidação das Diferenças e as condições das reservas, a bandeira vermelha também apareceu em julho, com patamar 1.

WhatsApp