Notícias

Bandeira tarifária em agosto segue verde

A bandeira tarifária do mês de agosto é verde, sem implicar custos adicionais para os consumidores. As bandeiras tarifárias funcionam como um sinalizador do custo de produção da energia elétrica. Agosto será o quinto mês de bandeira verde...


A bandeira tarifária do mês de agosto é verde, sem implicar custos adicionais para os consumidores. As bandeiras tarifárias funcionam como um sinalizador do custo de produção da energia elétrica. Agosto será o quinto mês de bandeira verde graças à evolução positiva do período úmido de 2016, que melhorou a situação dos reservatórios das hidrelétricas. O aumento de energia disponível com redução de demanda e a adição de novas usinas ao sistema elétrico brasileiro também ajudou a manter a bandeira verde.

As bandeiras verde, amarela ou vermelha indicam se a energia custará mais ou menos em razão das condições de geração de eletricidade. Com o sistema de bandeiras, a conta de luz fica mais transparente e os consumidores têm uma informação mais precisa mês a mês sobre o estado do setor elétrico no País e sobre a necessidade de se reduzir o consumo.

A abordagem das bandeiras tarifárias é diferente do modelo antigo, em que se apresentava esse valor embutido e não discriminado na conta de energia, fazendo com que ele passasse despercebido. As bandeiras sinalizam, mês a mês, o custo de geração da energia elétrica que será cobrado dos consumidores. Dessa forma, as bandeiras tarifárias não são realmente um novo custo, mas sim um sinal do preço para o consumidor, ou seja, as bandeiras sinalizam o custo real da geração no momento em que ele está consumindo a energia. Isso permite que ele possa se adaptar mês a mês a seu consumo de energia.

Antes das bandeiras, as variações que ocorriam nos custos de geração de energia eram repassados eram repassados, em um período de 12 meses, de uma só vez no reajuste tarifário anual da distribuidora, com um maior impacto sobre o reajuste.

A bandeira é aplicada a todos os consumidores, de forma que se multiplica o consumo (em quilowatts-hora, kWh) pelo valor da bandeira vigente (em reais). Com a bandeira vermelha, o adicional é de R$ 3,00 (patamar 1) e R$ 4,50 (patamar 2), aplicados a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos. A bandeira amarela representa R$ 1,50, aplicado a cada 100 kWh (e suas frações).

Esse sistema de bandeiras tarifárias foi regulamentado pela ANEEL no final de 2014, e a cobrança começou em janeiro de 2015. Desde março deste ano, todo o sistema interligado nacional ficou sujeito a uma bandeira única.

A incidência da bandeira vermelha durante 2015 foi aplicada devido ao período seco pelo qual o País passou e que afetou os reservatórios das usinas hidrelétricas, levando ao uso das termelétricas para suprir o sistema. Até fevereiro de 2015, as bandeiras tarifárias consideravam somente os custos variáveis das usinas térmicas que eram utilizadas na geração de energia.

Em 1º de fevereiro de 2016, a bandeira vermelha passou a ter dois patamares: R$ 3,00 e R$ 4,50, aplicados a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos. Também a bandeira amarela teve seu valor reduzido e passou de R$ 2,50 a R$ 1,50, aplicado a cada 100 kWh (e suas frações).

______________________________________________________________________

Clientes Livres não sofrem alteração devido a variação da bandeiras tarifárias e continuam tendo economia bastante significativa em 2016, clique aqui para saber mais sobre o Mercado Livre de Energia e aqui para simular quanto sua empresa pode economizar.


Tags: Bandeiras Tarifárias Mercado Livre de Energia Mercado Livre de Energia Elétrica Preço de Energia Tarifa de Energia

Compartilhe essa notícia:
Fale Conosco
São Paulo
  • Alameda Santos, 1.940 – Conj. 22
    Cerqueira César - São Paulo – SP – CEP 01418-102
  • Tel.: +55 11 4564-4600 / +55 11 2730-6370
  • contato@primeenergy.com.br
  • Segunda a sexta-feira: das 9h às 18h
Londrina
  • Avenida Higienópolis, 1601, sala 1105
    Jardim Higienópolis - Londrina – PR – CEP 86015-010
  • Tel.: +55 43 3037-6660
  • contato@primeenergy.com.br
  • Segunda a sexta-feira: das 9h às 18h
Fortaleza
  • Rua Dr. Gilberto Studart, 55 – Sala 314 T1
    Cocó - Fortaleza – CE – CEP 60192-105
  • Tel.: +55 85 2180-5080
  • contato@primeenergy.com.br
  • Segunda a sexta-feira: das 9h às 18h

Prime Energy
Alameda Santos, 1.940 – Conj. 22 - Cerqueira César, São Paulo - SP, 01418-102, Brasil
-23.5604012
-46.659493
Telefone: +55 11 4564-4600
Telefone: +55 11 2730-6370
contato@primeenergy.com.br