Aprovada a abertura do Mercado Livre de Energia - Grupo A

Abertura do mercado de energia - 28/09/2022

Prime Energy
Prime Energy

Acabou a espera! Recebida com entusiasmo por empresas e indústrias em todas as regiões do Brasil, a notícia da abertura do Mercado Livre de Energia representa um importante passo para a modernização do Setor Elétrico Brasileiro. Em comunicado oficial, o Ministério de Minas e Energia (MME) publicou no dia 27 de setembro a Portaria Normativa Nº 50/2022, que dá a opção de migração de todos os consumidores classificados como Grupo A (conectados em alta e média tensão) para o mercado livre de energia a partir de janeiro de 2024.  

Para o Diretor Comercial da Prime Energy, Luiz Sigiliano, o grande ponto positivo dessa abertura é de fato oferecer um ambiente de contratação mais competitivo e livre, abraçando o mercado brasileiro da média e da alta tensão. 

“Um momento histórico que há algum tempo o mercado aguardava. É um passo muito importante, pois este consumidor tinha limitações em relação à migração para o mercado livre e também na viabilidade para a Geração Distribuída, fazendo com que ele ficasse numa espécie de “limbo”. Agora, com essa oportunidade, ele pode aproveitar de fato os benefícios do MLE. Por isso, a notícia está sendo muito bem recebida pelo mercado e por nós aqui na Prime Energy, já que vamos conseguir levar mais soluções de redução de custo para milhares de novos clientes”, reforça.

 

O que é a alta tensão?

Tecnicamente, a tensão elétrica refere-se à diferença de potencial elétrico entre dois pontos, ou a força necessária para que uma corrente elétrica seja criada. Assim, para que a energia elétrica gerada nas Usinas chegue com o mínimo de perda aos Centros de Distribuição e, depois, aos centros urbanos, a tensão elétrica é elevada.

Mas, dentro deste cenário existem ainda os grandes consumidores de energia, como grandes empresas e o segmento industrial, que têm necessidades distintas dos consumidores residenciais. Já imaginou o quanto de energia elétrica gasta uma fábrica de laticínios? Por essa alta demanda, essas empresas e indústrias também consomem a energia em uma tensão mais elevada, a chamada alta ou média tensão.

  • Objetivamente, esses consumidores são atendidos por uma tensão igual ou superior a 2,3 kilovolts (kV), e por isso são classificados como Grupo A.


Entenda as diferenças entre a alta e baixa tensão.

 

O que a abertura do mercado livre de energia para o Grupo A significa na prática?

A abertura do MLE está em linha com as melhores práticas internacionais para o setor elétrico e dará maior autonomia e protagonismo ao consumidor que antes não podia participar da comercialização de energia com melhores preços. Assim, o maior beneficiário dessa decisão será o próprio consumidor que poderá participar de um mercado eficiente, sólido e competitivo.  

 

O papel dos agentes varejistas

Segundo a norma aprovada, os consumidores com carga individual inferior a 500 kW que migrarem a partir de 1º de janeiro de 2024 deverão ser representados por agente varejista perante a CCEE.

Um comercializador varejista é uma empresa responsável pela gestão de compra e venda de energia para consumidores e geradores. Sendo assim, com essa representação o consumidor tem a possibilidade de não ser associado à CCEE, pois o comercializador será responsável por essa habilitação junto à câmara.

Com o intuito de simplificar a migração das empresas, essa modalidade descomplica e reduz as barreiras da burocracia para ampliar a participação e livre negociação de energia no ACL.

 

Conte com a Prime Energy para aproveitar os benefícios do MLE

Com mais de dez anos no mercado energético, o Grupo Prime Energy está à disposição para dúvidas e esclarecimentos que possam surgir devido à abertura do mercado livre de energia para os consumidores da alta tensão. Com um portfólio com diversos serviços e mais de dez anos de mercado, podemos assessorar os consumidores neste novo cenário. Quer conversar com nossos especialistas? 

botao para enviar mensagem no whatsapp