ANEEL e o Ministério de Minas e Energia anunciam aumento do preço da energia elétrica para 2015

Geral - 12/08/2014

Prime Energy
Research

Em pronunciamento no fim de julho, a ANEEL e o Ministério de Minas e Energia anunciaram um aumento de 8% no preço da Energia Elétrica a partir de 2015. Entretanto, há uma série de divergências tanto em documentos da Aneel quanto em outros pronunciamentos.

Segundo documento de 2013 da ANEEL, haveria aumento da tarifa de energia elétrica com base nas dívidas do setor de energia para que esses gastos fossem recuperados. Os aumentos seriam de 0.8 ponto percentual para cada R$ 1 bilhão devido pelo setor. Atualmente, os empréstimos do setor totalizam a soma de R$ 17,7 bilhões e implicariam um aumento de 14,16% na tarifa.

Essa taxa de aumento foi rejeitada no dia 29 pelo diretor-geral da ANEEL, Romeu Rufino, e no dia 30 pelo secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Márcio Zimmermann – cada um deles apresentando uma perspectiva diferente para o futuro tarifário.

Segundo Rufino, o reajuste nunca é exclusivamente ligado ao valor do empréstimo, e haverá um reajuste de 8% dividido em dois anos. O posicionamento do MME é de que haverá um escalonamento em três anos, com 2,6% de aumento em 2015, 5% em 2016 e 1,4% em 2017.

WhatsApp